Cooperação entre Cuba e Brasil está cada vez mais diversificada

A cooperação do Brasil com Cuba alcança hoje uma ampla faixa de setores e prevê-se diversificar ainda mais com a incorporação de áreas como esporte, afirmou o embaixador brasileiro Cesario Melantonio Neto.

 

Roberto Stuckert Filho/PR

Atualmente nossa nação mantém crescente colaboração na agricultura mediante o programa Mais Alimentos, que consiste na exportação a Cuba de equipamento brasileiro agrícola diverso, e também em saúde pública, medicamentos, biotecnologia, indústria de tabaco e energia, entre outros, informou o diplomata.

Em entrevista a Prensa Latina, indicou também que em virtude desse projeto chegam à ilha grandes quantidades de tratores, fumigadoras, equipes de irrigação e outros para incrementar a capacidade cubana de produção de alimentos e reduzir a importação destes.

Neto assegurou que em 2014 terminou com sucesso a primeira etapa de tal programa -participam o Ministério de Agricultura de Cuba e o do Desenvolvimento Agrário do Brasil – e agora avançam as negociações da segunda, correspondente a 2015, enquanto se prevê uma terceira em 2016.

Ele comentou que Cuba dispõe de bons solos, muito sol e chuva, condições agrícolas positivas para incrementar a produção interna e reduzir a dependência externa na aquisição de alimentos.

Em virtude do programa, também numerosas coletoras de cana brasileiras participam na safra cubana, enquanto existe uma cooperação para o aproveitamento da biomassa da cana de açúcar a fim de obter energia elétrica.

A respeito da cooperação em saúde, precisou que tem duas áreas importantes: a presença de médicos cubanos em seu país e também a existente no terreno da biotecnologia, um setor muito promissor, sustentou.

Estamos satisfeitos com o trabalho de quase 12 mil médicos cubanos no Brasil, onde têm atendido a cerca de 48 milhões de pessoas.

Segundo o diplomata, pesquisas de opinião pública realizadas entre a população lançam índices de satisfação muito altos quanto à assistência realizada pelo pessoal cubano.

Agora se inicia uma cooperação no futebol, que se está convertendo em um importante esporte nacional depois do beisebol, observou e aludiu a seguir à recente presença em Cuba do brasileiro Pelé.

Cuba, afirmou, é uma potência olímpica na região e queremos aproveitar esse volume de experiências para incrementar a cooperação nessa esfera.
Fonte: Prensa Latina

Anúncios

Um comentário sobre “Cooperação entre Cuba e Brasil está cada vez mais diversificada

Deje su comentario - Deixe seu comentário - Leave your comment

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s