Frei Betto na aproximação EUA-Cuba

frei-betto1Por: Frei Betto

Dois obsessões foi movida para o diplomacia cubana nas últimas décadas: libertar os cinco cubanos presos nos os EUAdesde 1998, acusado de espionagem, e conseguir a suspensão do bloqueio.

Estes têm sido os temas recorrentes de Fidel e Raul para receber em Havana o papa João Paulo 2º (1998) e Bento 16 (2013).O primeiro sofreu todos os tipos de pressão da administração Clinton para não ir a Cuba e, se ele foi condenar publicamente o socialismo, como já havia feito em sua viagem à Polônia em 1979.

João Paulo 2º visitou não só Cuba, mas foi há quatro dias, sintonizado com Fidel Castro e publicamente elogiou as conquistas sociais da Revolução.

16 Benedict também decepcionado a Casa Branca para visitar Cuba em março de 2013. Em ambas as visitas foi convidado para assessorar o governo cubano para “decodificar” a…

Ver o post original 409 mais palavras

Anúncios

Deje su comentario - Deixe seu comentário - Leave your comment

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s