Imigrantes cubanos no suporte restaurar as relações dos EUA

Os cubanos em Miami jogando dominóRetirado de Cubasí.

Uma pesquisa recente mostrou que 58 por cento dos residentes exilados cubanos em Miami desde 50 a 64 anos defende as propostas do presidente Barack Obama para restaurar as relações entre Cuba e os Estados Unidos.

A pesquisa, realizada pela empresa Bendixen & Amandi Internacional e publicado por vários meios de comunicação no sul da Flórida, mostrou que as novas ações executivas de Obama ter maior apoio entre as gerações mais jovens de imigrantes cubanos, mesmo de nascer Estados Unidos dos pais da ilha.

De acordo com a pesquisa, 53 por cento dos jovens com idades de 18 a 29 disseram concordar com uma abordagem ao seu país de origem, enquanto que 47 por cento dos 30-49 anos de idade, também apoiam as recentes medidas tomadas por Obama.

O inquérito revelou que a diferença não é só geracional, mas também pela data de chegada nos Estados Unidos, 45 por cento de apoio reflejda a restauração das relações entre Washington e Havana de pessoas que chegam de Cuba depois de 1980.

Uma pesquisa feita pela Universidade Internacional da Flórida, em meados deste ano mostrou que a grande maioria dos imigrantes cubanos e seus descendentes apoiou uma aproximação entre as duas nações.

Anúncios

Deje su comentario - Deixe seu comentário - Leave your comment

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s