Cuba liberta espião americano Alan Gross

Alan Gross fue liberado este miércoles

Alan Gross foi lançado quarta-feira | Foto: Arquivo

Publicado 17 de dezembro, 2014 …
O norte-americano Alan Gross, de 65 anos, condenado em Cuba por espionagem foi lançado na quarta-feira, enquanto o mundo pede o fim do bloqueio a Cuba ea libertação dos Cinco.

O norte-americano Alan Gross, de 65 anos, condenado em Cuba por espionagem foi lançado na quarta-feira e agora viaja para o seu país. Ao meio-dia, os presidentes de Cuba e os EUA Eles dão declarações.

Como confirmado por vários meios de comunicação, a Agência dos Estados Unidos US subcontratado para o Desenvolvimento Internacional (USAID), Cuba condenado em 2011 a 15 anos de prisão por espionagem em sua viagem de volta ao seu país de origem.

“Esta manhã Alan Gross deixou Cuba em um avião do governo dos EUA com destino aos Estados Unidos”, confirmou a Casa Branca em um breve comunicado de imprensa.

“Gross foi lançado em humanitário pelo governo cubano, a pedido das razões dos Estados Unidos”, acrescentou.

Ele foi preso na ilha caribenha de quase cinco anos atrás, quando ele liderou um projeto secreto para introduzir satélites Cuba forma ilegal.

Gross, de 65 anos, foi preso em dezembro de 2009, quando ele fez sua quinta viagem à ilha. Naquela época havia um subcontratante da empresa privada Development Alternatives, Inc. (DAI), que tinha obtido um contrato com a Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID) para fornecer “ajuda humanitária”.

Espera-se que ao meio-dia o presidente de Cuba, Raúl Castro ofereceu uma conferência de imprensa, informou Telesur correspondente no país, Fabiola López.

“O presidente Raul Castro anunciou que falará ao meio-dia antes de os meios de comunicação sobre a libertação”, informou López.

Ele explicou que o lançamento constitui um fato histórico que de alguma forma afectar as relações entre Cuba e os Estados Unidos.

“General de Exército Raúl Castro Ruz, presidente dos Conselhos de Estado e de Ministros, será exibido quarta-feira às 12 dias para fazer um grande discurso sobre as relações de Cuba com os Estados Unidos”, informou o jornal Granma.

Enquanto isso, a Telesur correspondente em Washington, Jorge Gestoso, também informou que o presidente dos EUA, Barack Obama vai falar, às 12 horas, por isso espera-se que ambos os anúncios são simultâneos.

Anúncios

Deje su comentario - Deixe seu comentário - Leave your comment

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s