AIDS: confissões de um médico

01 de dezembro

Postado por mambisa

Por: Lisandra Fariñas Acosta

Leve de zero infecções, as mortes relacionadas a esta doença e discriminação, está entre os propósitos da estratégia cubana de enfrentar este flagelo.

AIDS: Confissões de um médico, é um daqueles livros que você não pode esquecer um 1º. de dezembro, em Cuba, especialmente se você escrever a luta que tem sido travada no país contra as epidemias que marcaram a humanidade no século XX e continua a ser um desafio para a saúde pública no século XX.

Discriminação “Desde que a síndrome da imunodeficiência adquirida na década de oitenta foi acompanhada pela síndrome do medo, estigma surgiu: em seguida, eu me lembro das palavras do seu autor, Dr. Jorge Pérez Ávila, liberto quando ele diz em uma de suas páginas … “; elementos que podem, então, ser respirado em tantas histórias de vida, e lições que nos deixam.

Muitos…

Ver o post original 1.388 mais palavras

Anúncios

Deje su comentario - Deixe seu comentário - Leave your comment

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s